quinta-feira | 19 - outubro - 2017
Home / Colaboradores / Bonsai em vasos pequenos: alternativas contra o calor.

Bonsai em vasos pequenos: alternativas contra o calor.

Bem, uma alternativa que não é a mais correta mas quando o que está em jogo é a vida da planta a gente vai além, é colocar um prato ou bandeja abaixo do bonsai, enchendo este com areia grossa e furando muito, para ter uma boa drenagem e não acumular água no caso das chuvas, e como é verão, as chuvas são comuns nos finais de tarde, pelo menos aqui no sul, fiz algumas fotos de umas situações diversas e vou mostrar na prática, pelo menos para as pequenas como de shohin ou menor, em meu viveiro.

As vezes vale mais fazer isso do que deixar com um parente ou um amigo que muitas vezes sem intenção acaba esquecendo de regar e coisa assim, apenas por não ter o hábito, então se for passar um final de semana fora ou coisa assim, essa é uma técnica pra usar sem medo, principalmente em pouco tempo.

Deve-se sempre estar de olho nos furos de drenagem, caso estejam com muitas raízes é interessante podarmos, mas se o tempo ainda estiver muito quente, ainda assim é interessante deixar com bastante capilares saindo pelo furo, eu aqui acabo transplantando caso seja preciso no outono, ou ao passar o maior do calor, daí apenas pode as raízes e veja se o substrato se mantém drenante e aerado, caso sim, tranquilo, pode manter sem transplante e deixe pra próxima entrada da primavera.

Tem uma postagem sobre como dar um “jeitinho” nas férias, clique e terá mais dicas!

Pode se usar areia grossa ou caqueira de cerâmica, que até retém mais umidade, mas nunca esqueça de furar bem o pratinho que vai usar embaixo, o ideal é não acumular fazendo uma poça.

Afundar o vasinho dos pequeninos no substrato dos grandões e ainda se beneficiar da sombra deles é uma excelente idéia tbm!

Plantas de pântano tipo o Taxodium Distichum (pinheiro do brejo), pode deixar em cima de uma bandeja ou bacia com água mesmo, ele adora e suporta mais o ambiente seco, principalmente em locais com umidade relativa do ar baixa, daí é necessário, só cuide com a proliferação de mosquitos né, mas isso é fácil.

Essa como é pendente, estilo cascata, então coloquei outro vasinho com substrato também, então fica também com o furo de drenagem fechado e fica tipo um suporte:

Meu amigo Coronel Arnaldo Neto faz diferente, usa o sistema de rega por cordão, nos vasos pequenos coloca um pedaço de barbante de algodão (sintético não absorve) passando pelo furo de drenagem do vaso e coloca sobre uma grelha com água. Também mantém o substrato úmido. Lembra também que outra técnica legal é cobrir o substrato com esfagno e deixar tocando um prato com água.

Olhem as plantas e a técnica do Coronel:

Vejam a azalea na sombra da pitangueira grande, feliz que só:

Peguei algumas fotos de mais uns amigos que usam esta técnica pra ilustrar melhor aqui, vejam só que bacana o uso da grama sintética do bonsaísta Ivson Filipak do Paraná:

As bandejinhas alinhadas e muito bem organizadas para os pequeninos do bonsaísta Luis Soares:

É isso aí meus amigos, qualquer dúvida podem colocar aí nos cometários que respondo a todos, até a próxima.

Sobre Fabiano Costa

Fabiano da Silva Costa, é natural de Florianópolis. Seu contato com o universo do bonsai teve início no Japão, onde morou entre 1998 e 2001. Atualmente é proprietário da Escola Confraria Floripa Bonsai em Florianópolis, SC, onde o espaço varia de escola a confraria, reunindo um grupo de ativistas na arte, influenciando e incentivando a mesma na região.

Veja essa publicação também!

Fazendo sua própria Cera Selante

Esta cera/goma selante é excelente para plantas que têm perda de seiva quando se faz corte …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *